sexta-feira, 18 de maio de 2012

Nada COLD para muito PLAY

     Era por certo muita a chuva, mas maior era o ânimo, abrigado por uma simples capa de plástico.

    Depois do arranque de Rita Ora e de Marina and The Diamonds, chegava o grupo de luxo para o palco multicolor de Mylo Xyloto.
    Para começar, ‘Hurts like heaven’, como se a chuva pudesse magoar alguém que tenha estado no Dragão.     
    Um apontamento ainda para o que foi ‘In my place’, conquistada que estava a cidade - não só a que estava a assistir como ainda aquela que, pelas redondezas, ouvia e se deixava levar pela imaginação no que seria estar frente ao palco, vivendo a luz, a cor, o som espalhados no ar.
    E, por fim, um outro para mostrar como a cidade pode ficar no historial do grupo, a ponto de se poder dizer que é digna de ciência, do conhecimento de um ‘The Scientist’ - "Come up to Porto!", assim o disse Chris Martin, arrancando a ovação devida.

Montagem com vários momentos do concerto no Estádio do Dragão

     Um momento, uma experiência... to "fix you" when "lights will guide you home".

     Um tempo de luz em plena noite de sexta-feira, com os grandes Coldplay.

4 comentários:

  1. Olá, Vítor

    O espetáculo, de facto, deve ter sido "altamente", como dizem muitos dos nossos alunos - a avaliar pelas imagens, pelo que dizes, pelos ecos que ouvi...
    Uma amiga, que mora perto do estádio, pôs-se à janela a captar toda aquela energia;
    a outra amiga, que mora em Gondomar, também chegavam muitos sons e muitos desenhos de luz;
    uma aluna, hoje de manhã, mostrou-me a pulseira ainda a vibrar no pulso...

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também ando com a minha no porta-chaves. Só que, agora, não dá luz.
      Fica a recordação.
      Mais que 'altamente'. Foi bué da fixe!
      Beijinho.

      Eliminar
  2. Pois ele há a carochinha à janela. Eu era mais a Isaurinha à janela, para cantar o "fix you". Ouvia-se cá em casa muito bem. Só não tive acesso à animação visual e àquela energia que se sentia no público, também protagonista da noite!

    Pois é: faltei à orgia dos sentidos!

    Ficará para uma próxima. No Dragão, com luz e.... decibéis de emoção!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquilo foi uma 'co-fusão dos sentidos'. Sinestesias por todo o lado. E eu logo ali frente ao palco no "Golden Circle" (não sei por que motivo 'golden', porque era em cima do relvado; ou antes, sei: 'golden', por causa do preço do bilhete).
      Muita luz, muita cor, muito coro, muitos decibéis, muito foguete, muito papelinho pelo ar, muitos sucessos do grupo, as canções todas do 'Mylo Xyloto'... enfim: mais do que um grande espetáculo foi um espetáculo em GRANDE!
      Valeu bem a pena!

      Eliminar