terça-feira, 16 de setembro de 2008

Uma despedida feita de reencontros...


      Tempos que se anunciam futuros, nem sempre conforme se quer.

      Há decisões que são difíceis de tomar, mas sempre suportáveis quando no caminho a fazer há amigos.


Aos meus amigos do 10º 1 (hoje 11º1)
e
À Maria José Peixoto




Se apenas seguisse o meu coração,
agarrava-me ao sim; saiu-me um não.
Da razão, tivesse a luz… e a paz
que o vitorioso consigo traz…

Decidi. E vencido e magoado,
fiz dessa razão bandeira sem vento;
búzio surdo ao mar; vigia apagado.
Tanto pensar para tanto lamento?

A vida separa… mitiga a dor…
brilha de novo o sol… aquece a cor.
E os afectos revêem-se tão perto,

e eu sei que na decisão acerto
quando, entre tanto humano calor,
se aproximam amigos de valor.

Gondomar, 15 de Setembro 2008

       Tempo de seguir em frente.

Sem comentários:

Publicar um comentário