segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Quando ele se foi...

     Acordou cinzento e outoniço o dia.

     Faz lembrar setembro e que as férias já lá foram. 
     Do sol, resta a canção:

Vídeo da versão acústica de 'O Sol', de Vitor Kley

           O SOL

Ô sol, vê se não esquece e me ilumina
Preciso de você aqui
Ô sol, vê se enriquece a minha melanina
Só você me faz sorrir

E quando você vem
Tudo fica bem mais tranquilo
Oh tranquilo
Que assim seja, amén
O seu brilho é o meu abrigo, meu abrigo

E toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem ficar ficou
Quem foi vai vai

Toda vez que você sai
O mundo se distrai
Quem ficar ficou
Quem foi vai vai vai
Quem foi vai vai vaai
Quem foi

Ô sol, vem aquece a minha alma
E mantém a minha calma
Não esquece que eu existo
E me faz ficar tranquilo


  Vitor Kley faz homenagem àquele que nos acompanhou nestes últimos tempos e, por hoje, desapareceu.

     Que não tarde a regressar - é que "tudo fica bem mais tranquilo!"

Sem comentários:

Publicar um comentário