sábado, 28 de setembro de 2019

Enquadramentos

     Hoje, decidi emoldurar o céu e o mar.

     O muro de pedra - que tantas vezes tem feito de banco para os transeuntes mais cansados ou para os que decidem admirar a praia, inspirar o ar iodado e expirá-lo para o mar e o horizonte - tornou-se moldura de um quadro natural que o fim de tarde compôs:


Fotos de pedra, chão e natureza - Granja (Fotos VO)


     Encaixilhada a natureza, o infindável colorido fica nos limites da matéria dura, compacta; vê-se preso num enquadramento que aviva o contraste dos frios e ásperos minerais com as ensombradas partículas a pairar no céu, esperando esse reencontro caloroso com o oceano.

     Um dia, talvez venha a lembrar esse instante, cruzá-lo com outros já vividos, na imagem aqui deixada para o tempo, para a memória e para os sentidos que o quiserem evocar.

Sem comentários:

Publicar um comentário