domingo, 12 de junho de 2016

Uma questão de SujeitoS

      Quem estuda tem dúvidas; logo, toca a dissipá-las em momento oportuno.

      Pelos vistos, há quem ainda leve o estudo a sério. Como não se pode defraudar tal virtude, aí vai uma resposta para qualquer um que estude.

      Q: No provérbio "Quem tudo quer tudo perde", qual é o sujeito sintático? 'Quem' ou 'Quem tudo quer'? Obrigada.

       R: São os dois, dependendo do nível sintático de análise em que se encontre.
      Em termos de frase-matriz, superordenada, para o predicado 'tudo perde' há um sujeito sintático oracional, na forma de oração subordinada substantiva relativa (sem antecedente) - daí o sujeito ser 'Quem tudo quer'.
       No interior desta oração subordinada (que funciona como sujeito da frase matriz), há também um sujeito e um predicado internos: o primeiro, ´Quem'; o segundo 'tudo quer'.

Níveis de análise sintática (frase-matriz / oração subordinada)

     Portanto, dois sujeitos: um superior, para toda a frase, a cumprir a configuração da estrutura argumental do verbo 'perder' (ALGUÉM perde ALGUMA COISA > Quem tudo quer perde tudo); outro interno à oração subordinada, associada à estrutura argumental do verbo 'querer' (ALGUÉM quer ALGUMA COISA > Quem quer tudo).

       Daí a importância das instruções. Se for para identificar o sujeito da frase, indique-se "Quem tudo quer"; se for para identificar o sujeito da subordinada, responda-se 'Quem'. Pode ainda acontecer que se peça a identificação da função sintática da oração subordinada na frase (responda-se 'sujeito') ou a do pronome relativo na subordinada (também 'sujeito'). Espero que tenha sido esclarecedor.