terça-feira, 29 de abril de 2014

Desencontros...

      Felizmente, a necessidade vai criando mais oportunidades de encontros ou reencontros (nem que sejam no espaço ou na rede virtual).

       Ainda assim, o tema de hoje prende-se com o "desencontro".

    Q: Professor, dê-me a sua opinião sobre o nome "desencontro". É formado por sufixação?

     R: Tomando a perspetiva que, ao nível da morfologia e dos estudos sincrónicos da língua, se tem priorizado, interessará verificar como é que se forma a palavra "desencontro". Creio ser consensual que esta deriva de "encontro", sendo-lhe acrescentado o prefixo "des-". Assim, trata-se de um caso de derivação por prefixação.
      Mesmo querendo ver em "encontro" um sufixo (de natureza gramatical) que permita derivar um verbo - 'encontrar' - na forma nominal 'encontro', o facto é que esta processualidade é anterior à derivação 'encontro > desencontro'.

    Em conclusão, 'desencontro' é uma palavra derivada por prefixação, independentemente de outros processos morfológicos que tenham ocorrido em fases ou etapas anteriores.

Sem comentários:

Enviar um comentário