sábado, 2 de fevereiro de 2013

Lembrando as gôndolas...

      Até podia ser Veneza, que cá por Portugal se diz ser lá para os lados de Aveiro.

      A aproximação é ousada, por certo. Mais ainda quando a terra é a do coração em filigrana dos ourives.
      Tudo começa com os alunos a repararem no erro fotografado e a trazerem-me a prova em foto de telemóvel:

(Fotografia, por telemóvel, com a agradecimento à DA)

      Lembrei-me das gôndolas venezianas. Tudo tão longe!
     Gondomar nada tem de canais. É terra banhada pelo Douro e já nem os barcos rabelos por lá passam. Quando muito, só os turísticos que fazem o rio até à Régua.
     Veja-se o lado mais prático: o erro até pode tornar-se num fator de publicidade (negativa); o erro dá por certo para lembrar que as palavras terminadas em 'r' são, por norma, agudas e, por isso, sem acento gráfico (como na maior parte dos verbos, na forma do infinitivo).
     Dizem os alunos que se dirigiram ao atendimento na loja e que deram a conhecer o erro. Receberam a resposta de que já o tinham detetado e que não sabiam o que se teria passado. O mais explicável é: quem fez a placa publicitária ou não sabia como se pronunciava o nome da terra ou desconhece por completo as regras de acentuação gráfica do Português.

      Se não aumentar a venda de telemóveis na loja, pelo menos ela foi mais do que falada, hoje, na Escola Secundária com 3º Ciclo de GONDOMAR.

Sem comentários:

Publicar um comentário