domingo, 10 de fevereiro de 2013

Perguntas que se renovam

     Em pleno mês de fevereiro, nada como lembrar o pensamento de alguns aquarianos que fizeram história.

     É já familiar algum do pensamento de Garrett, no andamento desta carruagem. 
   No mês do seu nascimento (passados já seis dias, desde que abriu os olhos para o mundo), fica a pergunta que tem já quase dois séculos de existência.


       O que foi pensamento do século XIX mantém-se atual, no curso do XXI.
     Em tempos de crise, de assumida consciência de que as medidas políticas adotadas não estão a resolver os problemas dos países (e muito menos as condições dos homens), quantos mais humanos terão de perder a vida para alimentar um poder que foi atribuído/construído pelo Homem e não responde verdadeiramente aos seus problemas?

     Não creio que se trate de pergunta sem resposta, mas o Homem teima em torná-la retórica.

Sem comentários:

Publicar um comentário