domingo, 14 de outubro de 2012

Depois...

      Depois... há melodias que são verdadeiramente simples e, por isso, encantadoras.

    A voz de Marisa Monte serena (apesar do tom grave), embala (sem fazer adormecer), tal como o conteúdo da letra faz acreditar (mesmo que não se preveja assim) que possa haver o tempo do 'depois'.
      Ao vivo, em S. Paulo, corria o ano de 2011...


     DEPOIS

Depois de sonhar tantos anos,
De fazer tantos planos
De um futuro pra nós
Depois de tantos desenganos,
Nós nos abandonamos 

como tantos casais
Quero que você seja feliz
Hei de ser feliz também

Depois de varar madrugada
Esperando por nada
De arrastar-me no chão
Em vão, tu viraste-me as costas
Não me deu as respostas
Que eu preciso escutar
Quero que você seja melhor
Hei de ser melhor também

Nós dois já tivemos momentos
Mas passou nosso tempo
Não podemos negar
Foi bom, nós fizemos histórias
Pra ficar na memória
E nos acompanhar
Quero que você viva sem mim
Eu vou conseguir também

Depois de aceitarmos os fatos
Vou trocar seus retratos 
Pelos de um outro alguém
Meu bem, vamos ter liberdade
Para amar à vontade
Sem trair mais ninguém
Quero que você seja feliz
Hei de ser feliz também
Depois


    Depois... sem mais palavras, com um ritmo voltado para a bonança, para a esperança, para a resiliência, na busca do positivo que a vida tem para oferecer.
    Do álbum "O que você quer saber de verdade" sai esta canção, mais uma entre as bem-sucedidas dessa parceria produtiva que junta a cantora a Carlinhos Brown e a Arnaldo Antunes - isto para não falar de outras combinações que só enaltecem a língua portuguesa.

    Pudesse esse tempo viver-se no já, nesse instante agarrado à crença de que há futuro (por mais que ele não seja conforme se queira) e que não se sabe definitivamente como será.

Sem comentários:

Publicar um comentário