terça-feira, 16 de outubro de 2012

Do ensino para as aprendizagens

    Começou hoje a segunda edição da ação de formação já divulgada em apontamento anterior.

    Centrada na questão das estratégias e das interações, à semelhança da primeira edição serão abordadas questões acerca:
. dos pressupostos que orientam a reflexão pretendida na ação;
. da leitura crítica da centralidade do aluno no paradigma das pedagogias modernas (não diretivas);
. das representações do exercício profissional docente (pela experiência adquirida enquanto alunos; pelo exercício da profissão visibilizada na adoção de esquemas, estratégias e/ou expedientes; pelo exercício da função junto de pares);
. dos focos centrados nos ciclos de vida profissional;
. dos focos centrados nos modelos de comunicação e interação;
. de casos-problemas e sua perspetivação à luz das medidas de a(tua)ção adotadas;
. dos modelos de comunicação e interação em contexto pedagógico (ora dominantemente centrados nos professores, ora dominantemente centrados nos alunos);
. das representações e das imagens construídas nas interações (em termos da estruturação do processo de interação, em termos do discurso produzido,)
. dos fatores potenciadores de conflito nas interações.
     Uma oportunidade para partilhar reflexões, práticas, possibilidades de ação, sem esquecer o papel central do professor na gestão do ensino para as aprendizagens.

    Desta feita, um grupo de vinte e seis formandos, certamente com muito para enriquecer quinze horas de trabalho essencial ao percurso do desenvolvimento docente.

Sem comentários:

Publicar um comentário