quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Quando doze foi dez

     Está dezembro a terminar, o décimo segundo mês deste calendário gregoriano com o qual temos convivido desde que esta forma de organizar o tempo nasceu.

    Etimologicamente, tudo se prende com 'dĕcem' e 'decĕmber', o décimo mês do antigo calendário romano (segundo dizem, conforme o estabelecido por Rómulo, aquando da criação de Roma).
    Júlio César ainda viveu março como o primeiro mês do ano, concluindo-se este último com 'Januarius' e 'Februarius'. Ao introduzir-se os meses 'Unodecembris' e 'Duodecembris' no final do ano 46 a.C., arrastaram-se os outros dois para o início de 45 a.C., pelo que março se tornou o terceiro (afastando-se, assim, do inverno e encetando-se a prática da celebração das festas romanas na estação mais florida: a da marcação do equinócio).
    Com o Papa Gregório XIII, o calendário juliano sofreu as últimas mudanças: vulgarizou-se a tradição de iniciar o ano a 1 de janeiro; reduziu-se o calendário / ano anterior em dez dias; corrigiu-se a medição do ano solar (365, 2425 dias solares), com um ano bissexto de quatro em quatro anos.
    Viveu-se, assim, o final do etimológico 'dez', que se tornou doze.
   Em véspera de passsagem, fica ainda o registo da designação dos meses, a revelar tradições de variada espécie:
. Janeiro - de Jano (deus romano das portas, das passagens, dos inícios e dos fins);
. Fevereiro - de Februus (deus etrusco da morte, relacionado com a palavra 'febre'; o "mês da purificação", para os latinos, que chegou a fechar o calendário antigo);
. Março - de Marte (deus romano da guerra);
. Abril - de 'Aprilis' (associado a 'abrir', numa referência à germinação das culturas, além da relação / sugestão com 'Aprus', o nome etrusco para Vénus: deusa do amor e da paixão);
. Maio - de Maia Maiestas (deusa romana);
. Junho - de Juno (deusa romana, esposa do deus Júpiter);
. Julho - de Júlio César (ditador romano, que alterou o anteriormente chamado 'Quintilis', o quinto mês do calendário de Rómulo);
. Agosto - de Augusto (primeiro imperador romano, que mudou o anteriormente chamado 'Sextilis', o sexto mês do calendário romano antigo);
. Setembro - de 'septem' ("sete" em latim; o sétimo mês do calendário de Rómulo);
. Outubro - de 'ōcto' ("oito" em latim; o originário oitavo mês);
. Novembro - de 'nŏvem' ("nove" em latim; o nono mês);
. Dezembro - de 'dĕcem' ("dez" em latim; o décimo mês).

    Imagino-me nos tempos de Rómulo: amanhã a deixar a 'febre' para entrar em mês marcial (é verdade: o actual janeiro manteve-se mais como tempo de guerra, em vez da simples porta ou da passagem).

Sem comentários:

Publicar um comentário