quarta-feira, 20 de maio de 2009

Dúvida... com desafio linguístico

       Voltemos às classes de palavras.

      Q: Na consulta de várias gramáticas, já encontrei 'como' com classificações diferentes. Afinal, é um pronome ou advérbio?

      R: A classificação de uma palavra varia conforme o contexto em que ela é empregue; desde logo segundo o posicionamento que tem ao nível do sintagma.
        O caso de 'como' é polivalente: pode ser advérbio, conjunção (de diferentes naturezas), nome. Não lhe reconheço dominantemente a categoria de pronome, por ser um termo que normalmente não substitui nenhum nome ou grupo nominal - excepção para construções do tipo 'Aprecio o modo como ele escreve', com o termo a funcionar, neste exemplo, num processo de retoma anafórica relativamente ao antecedente 'o modo'.
       Comummente, no contexto de frases de tipo interrogativo, acaba por se assumir como constituinte interrogado para respostas traduzíveis por advérbios ou expressões adverbiais (ex.: Como estás? > Bem, mal, mais ou menos / Como fizeste isso? > Assim, deste modo). Nestes casos, trata-se de um advérbio interrogativo. Similarmente, o advérbio exclamativo é o que se pode encontrar em frases do tipo 'Como chove!', 'Como é difícil educar!'
         De resto, 'como' pode ser ainda uma conjunção subordinativa comparativa (ex.: A interpretação feita está clarinha como a água), causal (ex.: Como Narciso viu a sua figura, perdeu o siso), conformativa (ex.: Como fizeres, serás punido ou recompensado); um advérbio relativo (ex.: O aluno perguntou ao professor como se resolvia a equação); um nome (ex.: 'Como' é uma palavra polivalente).

     Esta é a capacidade camaleónica das palavras: conforme a cor do contexto, o tom da classificação! Por isso, insisto em dar cor aos alunos.

Sem comentários:

Publicar um comentário