sexta-feira, 5 de abril de 2013

Um cartaz (em azulejo) do melhor

    O saber popular também se revela na melhor das artes.

    A arte do azulejo azul e branco é das mais típicas na cultura portuguesa. Entre imagens e textos, as peças de cerâmica vidrada, usadas para revestir e/ou para dar uma nota decorativa a paredes, dão a ver episódios de vida, da História, da religião.
   No caso seguinte, o azulejo funciona como aviso, com um pormenor de escrita demasiado popular:

    Para aviso, contudo, tem muito que se lhe diga: se 'cartaz' se escreve com 'z' final, diz a regra do plural que se lhe acrescenta 's' antecedido de um 'e' (epentético), à semelhança de termos terminados em 's' ou 'r'.
     Pode ser proibido afixar CARTAZES, mas também não deviam ser autorizados erros em suportes tão artísticos.

    E assim se vê como no melhor pano cai a nódoa, que é como quem diz 'no melhor azulejo cai o erro'.

Sem comentários:

Publicar um comentário