sábado, 3 de agosto de 2013

Falta de toque

    Fica o aviso: o toque podia ser mais agradável à língua.

  Já houve oportunidade de referir que as rainhas nem sempre têm coroa (metaforicamente falando). O mesmo sucede com as campainhas: podem ter botão, pêndulo ou outro dispositivo que provoque som, mas o toque não é garantido. Nem seguro.
   Eis o que motiva esta reflexão, duas fotos em dois locais distintos com a mesma questão crítica:

Pormenor de uma foto tirada num local religioso na cidade de Gondomar

Pormenor de uma foto tirada numa loja da cidade do Porto

      Conforme o já explicado, a etimologia explica que nem sempre 'ai' seja ditongo (junção de uma vogal com uma semivogal, numa só sílaba); pode ser hiato (encontro de duas vogais pertencentes a sílabas diferentes). É o caso de 'campainha', palavra portuguesa que decorre da queda intervocálica de [n] do termo latino campanīna-).

    Assim sendo, não há acento em 'campainha', nem em 'rainha' ou 'juiz' por razões de história da língua.