quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Função sintática de uma oração

     Hoje a questão é sobre sintaxe, no âmbito das funções sintáticas.

    Chegada a pergunta (como "dúvida não existencial"), a resposta impõe-se, sem qualquer incómodo.
     
    Q: Na frase “A lei que regulava as liberdades e restrições desse povo revelava-se inútil enquanto não fosse evitada a intervenção civil na sua cristianização”, qual a função sintática da oração que vem na sequência de um predicativo do sujeito… modificador do GV ou segundo predicativo do sujeito? Obrigada.
Entrada do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa Online (adaptado)

    R: A sequência sublinhada configura a menção a uma lógica de temporalidade condicionada (o intervalo de tempo coincidente com a inutilidade revelada pela lei), segundo um processo sintático de subordinação (adverbial temporal). Neste sentido, essa sequência não é, seguramente, um segundo predicativo do sujeito. Se 'inútil' é uma propriedade ou característica do sujeito ('A lei que regulava as liberdades e restrições desse povo'), o mesmo não sucede com o sublinhado. Trata-se de um modificador do grupo verbal (ou do predicado), dada a informação lida de temporalidade.

      A questão é sobre funções; o exemplo é característico de um processo de composição frásica (subordinação adverbial) - em suma, sintaxe no seu melhor.

Sem comentários:

Publicar um comentário