sábado, 23 de fevereiro de 2013

Que linda é a noiva!

    Convenhamos que a intenção do enunciado do título não anda muito longe da clássica ironia do "Que lindo serviço!".

    Nem o serviço nem a noiva!
    Há publicidade que surte, de facto, efeito... pela negativa.


    É por exemplos destes que mais valia fazer o anúncio com um noivo. É que 'ao noivo' era menos complicado, com menor probabilidade de erro. 
      Querem apelar à (registo, À; insisto À) noiva e, depois, erram! Ela não merecia isso!

      Em termos de escrita, não há casamento muito feliz, por certo. É grave... quando surge o acento agudo em vez do grave.

Sem comentários:

Publicar um comentário