segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Cansado do inverno

    Ainda há pouco entrou e já me cansou.

    Decididamente o inverno não é a minha estação, por muito que nela tenha nascido. Nos rigores de que já deu sinais, fico ansiando pela primavera. Por isso, enquanto ela não vem, resta-me a audição dela, pelo que os The Gift têm dado a ouvir desde 2012:

A partir da atuação ao vivo dos The Gift no Jornal das 8 da TVI (7de fevereiro de 2012)

       PRIMAVERA

Sábado à noite não sou tão só
Somente só
A sós contigo assim
E sei dos teus erros
Os meus e os teus
Os teus e os meus amores que não conheci

Parasse a vida
Um passo atrás
Quis-me capaz
Dos erros renascer em ti

E se inventado o teu sorriso for
Fui inventor
Criei um paraíso assim

Algo me diz que há mais amor aqui
Lá fora só menti
Eu já fui de cool por aí
Somente só, só minto só

Hei de te amar, ou então hei de chorar por ti
Mesmo assim, quero ver-te sorrir...
E se perder, vou tentar esquecer-me de vez, conto até três
Se quiser ser feliz....

Se há tulipas
No teu jardim
Serei o chão e a água que da chuva cai
Para te fazer crescer em flor, tão viva a cor
Meu amor eu sou tudo aqui...

Sábado à noite não sou tão só
Somente só
A sós contigo assim
Não sou tão só, somente só

Hei de te amar, ou então hei de chorar por ti
Mesmo assim, quero ver-te sorrir...
E se perder vou tentar esquecer-me de vez, conto até três
Se quiser ser feliz

     Numa versão mais orquestrada, ainda que em vídeo de imagem fixa, fica o registo da mesma canção, na voz da Sónia Tavares.


      Até nos sons a primavera é melhor do que o rigor invernoso.

Sem comentários:

Publicar um comentário