segunda-feira, 24 de junho de 2013

Ao contrário da vanguarda

      No sentido oposto da vanguarda fica a retaguarda.

    Durante muito tempo foi fonte de problema a grafia desta que se diz encontrar-se em posição recuada, posterior ou no lado de trás.
     A confusão inevitável com o 'recto' dava frequentemente para se escrever o que não se devia. A prova cá fica:

Fotografia tirada na habitação do caseiro da Fundação Casa Museu Aquilino Ribeiro (VO)

      Escusado o erro logo a abrir o excerto. RETAGUARDA deve ser a escrita correta e é bom que não se diga que a minha proposta é o resultado do Acordo Ortográfico. Nada a ver. É mesmo uma questão de origem do termo (do italiano 'retroguardia', do século XIV, para, por empréstimo, se referir os movimentos militares orientados para o fundo do exército, de modo a poder dar resposta ao ataque inimigo).

     Não creio que Aquilino Ribeiro tivesse errado nesse estudo etnográfico que data de 1962. A questão está mesmo em quem transcreveu o texto e o expôs na morada do caseiro da Fundação e Casa-museu Aquilino Ribeiro. E, por ora, o Acordo Ortográfico auxilia, sim, evitando um erro ortográfico do passado que nunca interessou preservar.